Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / CDHC realiza palestra sobre violência contra a pessoa idosa na cidade de Divinópolis-TO.

CDHC realiza palestra sobre violência contra a pessoa idosa na cidade de Divinópolis-TO.

por cmf publicado 24/09/2019 13h26, última modificação 24/09/2019 13h26
O Centro de Direitos Humanos de Cristalândia – Dom Heriberto Hemes, através de seu assessor jurídico Silvano Lima Rezende, realizou no dia 18 de setembro de 2019, no Centro de Convivência da Pessoa Idosa em Divinópolis-TO, uma palestra, tendo como tema abordado “conscientização da violência contra a pessoa idosa”, na ocasião compareceram 60 (sessenta) pessoas, entre as quais, idosos, servidores públicos, estagiários do curso de Serviço Social e lideranças locais.
CDHC realiza palestra sobre violência contra a pessoa idosa na cidade de Divinópolis-TO.

Palesta Contra a Violência contra a pessoa Idosa.

 

O Centro de Direitos Humanos de Cristalândia – Dom Heriberto Hemes, através de seu assessor jurídico Silvano Lima Rezende, realizou no dia 18 de setembro de 2019, no Centro de Convivência da Pessoa Idosa em Divinópolis-TO, uma palestra, tendo como tema abordado “conscientização da violência contra a pessoa idosa”, na ocasião compareceram 60 (sessenta) pessoas, entre as quais, idosos, servidores públicos, estagiários do curso de Serviço Social e lideranças locais.

Durante o período da tarde do dia 18, como objetivos, o palestrante trouxe informações importantes com os seguintes objetivos: Criar uma consciência da existência da violência contra a pessoa idosa; disseminar a ideia de não aceitar como normal; incentivar a apresentação, o debate e o fortalecimento das mais diversas formas da prevenção, bem como, possibilitar o entendimento sobre os meios mais seguros para se fazer uma denúncia.

Houve bastante integração e envolvimento dos participantes, de modo, que a palestra se deu de forma dinâmica com destaque para os vários tipos de maus tratos contra a pessoa idosa, desde a violência por meio de abusos físicos, psicológicos, sexuais, financeiros e negligências.

A secretária municipal de assistência social, Senhora Joelma Oliveira Dias, manifestou a felicidade com a realização do evento, “essa palestra entendo ser muito importante porque vem nos fortalecer nessa caminhada, ainda mais, porque nos deparamos com o sofrimento da pessoa idosa, hoje mesmo recebemos duas denúncias de violência contra idosos, nesse sentido essa aprendizagem é muito importante para usar da sabedoria de como lidar com essas situações consideradas extremamente graves”.

Já a coordenadora Marileide do Centro de Convivência, frisou quanto a relevância do evento, “possibilitou ao grupo de idosos, conselheiros do conselho do idoso e demais participantes, a criar uma consciência da existência da violência contra a pessoa idosa e contribuiu para o fortalecimento das mais diversas formas de prevenção, levando também o entendimento para os meios mais seguros para se fazer uma denúncia”.

O Secretário Administrativo do CDHC, Adão Magalhães destacou “só temos a agradecer a Secretaria de Assistência Social pelo convite. Esse trabalho pra mim é de muita importância para informar os Idosos, ainda mais em que tais violências na maioria das vezes é praticada por pessoas do ceio familiar do Idoso”.

Alguns participantes, manifestaram sobre a realização da palestra fazendo algumas considerações, Luiza Lima, disse que “eu gostei, foi maravilhoso, aprendi bastante, inclusive conheço vários casos de violência contra idoso que tem acontecido aqui”. Já o Senhor Gideon Martins relatou que “as pessoas saem mais fortalecidas e com mais coragem de lutar por seus direitos”. O Senhor Luiz se referiu dizendo que “estamos muito abandonado pelos governos, existe uma agressão aos nossos direitos”.

E por fim a Coordenadora de Finanças do CDHC, Senhora Alcina Barbosa, fez os agradecimentos pela parceria, fazendo a seguinte consideração, “a palestra ministrada foi bem esclarecedora contribuindo para uma consciência e alerta a respeito da violência contra a pessoa idosa”.

Assim sendo, o evento promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social juntamente com o Conselho da Pessoa Idosa contando com o apoio da Prefeitura Municipal de Divinópolis-TO em parceria com o CDHC, foi avaliado pelo conjunto de participantes positivamente, em que a palestra reforçou a ideia de não aceitar as agressões, seja ela física, mental ou material como algo normal, mais sim como um ato criminoso e que precisa ser denunciado as autoridades competentes. Para que de forma segura informou sobre o Disque 100, em que esse número para ligações abertas possa receber as violações de Direitos Humanos desse público vulnerável à violência. Encerrou com a seguinte frase: “A pior violência contra o idoso é o seu silêncio”.